Ana Hickmann se diz “bem e feliz” após turbilhão; psicólogo explica momento (Foto: Instagram/Ana Hickmann)

Ana Hickmann parece estar recuperando a sua essência irradiante depois de passar por um turbilhão de emoções pelo fim do casamento, quando foi agredida pelo ex-marido Alexandre Corrêa.

> Siga o Virgula no Instagram! Clique e fique por dentro do melhor do Entretê!

Nas redes sociais, os sorrisos e as belas fotos voltaram a ser pauta. Em entrevista ao podcast “Inteligência LTDA”, a apresentadora contou que está “solteira e feliz”.

O Virgula conversou com o psicólogo Dr. Alexandre Bez para saber mais sobre o tempo que uma pessoa leva para se recuperar de traumas sentimentais. “O plano dos relacionamentos é extremamente complexo e cada um é diferente do outro, demandando muita atenção e dedicação com o outro e consigo”, iniciou o doutor.

“Não existe nenhum tempo definido, pois isso depende do quão sensível o aparelho mental da pessoa está e como ela vai encarar a separação. Algumas pessoas precisam de mais tempo do que outras e esse tempo pode variar entre meses e anos. Tem até mesmo quem não consegue (ou opta) por não se relacionar com mais ninguém. Até as separações em comum acordo, quando ambos os lados querem finalizar a vida em casal, existe dor, pois a mente não entende esse conceito de “separação amigável” e se apega ao sentimento de ruptura, salvo em situações de relações abusivas e/ou tóxicas e abusivas, como parece ter sido o de Ana Hickmann”, continua Alexander.

“O que é importante ressaltar é que quanto mais for o espaço entre o relacionamento que findou e o novo, melhor será a cura do rompimento. Quando a ferida não é cicatrizada e a pessoa tem algum transtorno de dependência e/ou de carência, ela pode querer transferir o relacionamento antigo para um novo – incluindo a raiva e mágoa. Sem perceber, ela passa a buscar alguém com características (estilo de vida, qualidades e defeitos, traços físicos) semelhantes ao do ex-companheiro(a), por isso enquanto a pessoa estiver sozinha, é importante que ela analise o que foi bom e o que não foi no relacionamento que terminou para ter um próximo namoro positivo e saudável”, completa.


int(1)

Ana Hickmann se diz "bem e feliz" após turbilhão; psicólogo explica momento